Revista Grid

Edição 7

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Email

É quase senso comum direcionar a Emerson Fittipaldi os méritos da consolidação meteórica que o automobilismo brasileiro experimentou nas últimas cinco ou seis décadas. Um ponto de vista que tem lá sua validade. Foi a partir a explosão de sucesso de Emerson nas pistas da Europa entre fim dos anos 60 e começo dos anos 70, sim, que o mundo das corridas tomou noção da força desse pedaço de terra chamado Brasil. Já experimentaram perguntar ao próprio Emerson o que ele achava disso, de se considerar que era ele a influência maior para tudo que o país alcançou acelerando e freando carros velozes e coloridos. O multicampeão replica dizendo que ele próprio teve sua influência. No caso, o irmão mais velho, Wilson Júnior. Emerson seguiu os passos de Wilsinho, o mundo seguiu os passos de Emerson e o resto da história é de domínio público.
Assim emerge razão na comoção que a morte de Wilson Fittipaldi Júnior causou no Brasil e no mundo. Saiamos dos clichês que acompanham momentos de luto. “Tigrão” foi, de fato, o cara que puxou a nossa fila. Não fosse o atrevimento dos dois paulistanos nos tempos do preto & branco e talvez você nem tivesse em mãos agora esta edição da Revista Grid. Ao partir, Wilsinho dividiu definitivamente em dois nossa história nas corridas de carros.
Não cabe a uma publicação impressa sobre corridas a presunção de dimensionar a grandeza do ídolo. Atemo-nos a dedicar à sua memória o resultado do trabalho em equipe. A notícia indigesta de sua partida levou-nos, inclusive, a um adiamento dos ritos de impressão, em uma edição que já trazia certo tom amargo por mencionar a partida de outro ídolo, Gil de Ferran. Ter nomes do quilate de Wilsinho e Gil é para poucos alfinetes do mapa-múndi.
Enfim, a temporada começa para a Revista Grid. Começou para todos, com a festa das 1000 Milhas, um dos assuntos das páginas a seguir. Que, além de um passeio dos jornalistas da equipe pelo que acontece nas principais categorias, revivem a trajetória do Corcel no ambiente das corridas, apresentam mais meninas que fazem o automobilismo acontecer e, nosso propósito, trazem você, leitor, para o mais perto possível da pista.